4T06
Diminuir Fonte Aumentar Fonte VoltarVoltar ImprimirImprimir EmailEmail PDF DownloadDownload Compartilhe
MMX Avança em 2006 com o Desenvolvimento de seus Sistemas Integrados
Destaques


  • A cotação das ações da MMX alcançou R$920,00 em 31 de dezembro, representando uma valorização de 13% em relação ao preço da oferta pública. O valor de mercado da MMX ao final de 2006 era de R$3,5 bilhões

  • A Mina 63 do Sistema MMX Corumbá, em operação desde dezembro de 2005, alcançou em 2006 a produção de 751 mil toneladas de minério de ferro. O volume exportado foi de 65 mil toneladas.

  • Em setembro de 2006 foi iniciada a construção do primeiro alto forno do Sistema MMX Corumbá que deverá entrar em operação em meados de 2007.

  • Em 13 de dezembro de 2006 a mineradora norte-americana Cleveland-Cliffs Inc. celebrou contrato definitivo com a Centennial Asset Amapá Participações S.A., empresa que detém 30% da MMX Amapá, para aquisição desta participação por US$133 milhões.

  • A Mina Amapá obteve Licença de Instalação em agosto de 2006 e teve iniciadas as obras de terraplanagem e barragem com a empresa de engenharia contratada. A operação será iniciada no 4T07.

  • Foi protocolado no IBAMA em setembro de 2006 o estudo de Impacto Ambiental (EIA-RIMA) para o projeto do mineroduto do Sistema MMX Minas-Rio. A Licença Prévia Ambiental está prevista para o 2T07.

  • Em 28 de dezembro de 2006 foi concedida pela FEEMAFundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente, Licença Prévia Ambiental para implantação do Porto do Açu, que será o centro de escoamento da produção de minério de ferro do Sistema Integrado MMX Minas-Rio.
Fale com RI
Fale com a MMX e tire suas dúvidas ou envie sugestões. Clique aqui
Alertas RI
Receba alertas da MMX e mantenha-se informado.
Copyright © 2010 MMX
Todos os direitos reservados
Política de Privacidade | Termos de Uso
RIWeb