1T08
Diminuir Fonte Aumentar Fonte VoltarVoltar ImprimirImprimir EmailEmail PDF DownloadDownload Compartilhe
Rio de Janeiro, 15 de maio de 2008 – A MMX Mineração e Metálicos S.A. (Bovespa: MMXM3; TSX: XMM) – (“MMX” ou “Companhia”) divulga o resultado do primeiro trimestre de 2008 (1T08). As demonstrações financeiras foram elaboradas de acordo com práticas contábeis adotadas no Brasil, baseada na Lei das Sociedades por Ações e nas regulamentações da CVM (“BR GAAP”) e serão apresentadas para referência no final deste documento
  • Através da AVX, concluímos em março de 2008 a aquisição da Minerminas, mineradora de ferro localizada no Quadrilátero Ferrífero, no Estado de Minas Gerais, em área contígua à da AVG Mineração, adquirida em dezembro de 2007.

  • A produção de minério de ferro da MMX foi de 1.402 mil toneladas no 1T08, com vendas de 1.076 mil toneladas, sendo 67% para o mercado interno e 33% para o mercado externo.
  • O segundo alto-forno da Usina de Ferro Gusa da MMX Metálicos Corumbá iniciou a operação em janeiro de 2008, tornando a usina apta a produzir a plena capacidade, de 400 mil toneladas por ano.

  • A Receita Líquida no trimestre alcançou R$160 milhões, 67% superior a do 4T07, já refletindo as vendas dos sistemas AVX e Amapá, embora ainda não positivamente afetado pelo reajuste anual no preço do minério de ferro.

  • O lucro líquido do 1T08, de R$184,2 milhões, foi positivamente afetado pelo ganho sobre aumento de capital decorrente da liquidação financeira da operação de venda de 15% das ações da LLX para a Ontário Teachers’ Pension Plan (OTPP).
  • Em março de 2008, o Sr. Eike Batista, acionista controlador da MMX e a Anglo American Participações em Mineração Ltda. (“Anglo American Participações”) celebraram Contrato de Compra e Venda de Ações para aquisição, pela Anglo American Participações, da participação de controle na IronX Mineração S.A. (“IronX”), empresa resultante da cisão da MMX e que deterá a participação da Companhia de 51% no Sistema MMX Minas-Rio e de 70% no Sistema MMX Amapá.

  • A MMX Minas-Rio recebeu a Licença de Instalação para o mineroduto em março de 2008 e celebrou, em abril de 2008, contrato para construção do mineroduto com a Camargo Corrêa.
  • Em fevereiro de 2008 as ações da MMX passaram a ser negociadas no mercado fracionário da Bovespa, sob o código MMXM3F.

  • Em AGE realizada em abril de 2008 foi aprovado o terceiro desdobramento das ações da Companhia, na proporção de 20 para 1. Desta forma, cada GDR da MMX passou a representar uma ação ordinária.
Fale com RI
Fale com a MMX e tire suas dúvidas ou envie sugestões. Clique aqui
Alertas RI
Receba alertas da MMX e mantenha-se informado.
Copyright © 2010 MMX
Todos os direitos reservados
Política de Privacidade | Termos de Uso
RIWeb